Dor Sacroilíaca


A  Articulação Sacroilíaca é fundamental para a adequada transferência de cargas da coluna lombar para a pelve. Sua hiper ou hipomobilidade, pode gerar sintomas dolorosos. A dor tipicamente acomete o quadrante súpero-medial da nádega, porém também pode acometer a região lombar, coxa, região lateral do quadril e a região inguinal,7,8 por causa da extensa inervação local. Várias atividades esportivas podem desencadear dor sacroilíaca. As mais frequentes são aquelas que envolvem corrida, saltos e mudanças súbitas de direção. Cerca de 64% dos pacientes têm história de trauma agudo ou micro traumas de repetição. O exame clínico pode revelar alteração na inclinação pélvica e na curvatura lombar, discrepância de comprimento dos membros inferiores e hiper-movimentação pélvica durante a marcha. Frequentemente existe dor à palpação local e pontos-gatilho na musculatura adjacente. As manobras provocativas podem ser positivas. O teste da compressão da coxa tem a maior especificidade para o diagnóstico. Exames de imagem, incluindo radiografias, tomografia computadorizada (TC) e ressonância magnética (RM), podem auxiliar no diagnóstico, porém o padrão-ouro é a injeção de anestésico, guiada por fluoroscopia, com desaparecimento dos sintomas. articulacao-sacroiliaca O tratamento O tratamento deve focar no fortalecimento muscular e na estabilização da pelve. Órteses para compensação da discrepância dos membros inferiores são úteis. Injeções locais de corticoide devem ser indicadas nos casos refratários ao tratamento clínico após um mês ou se a dor inicial é muito intensa, a fim de acelerar a reabilitação. Vale salientar que nos pacientes refratários ao tratamento habitual, especialmente homens jovens com acometimento bilateral, sintomas sistêmicos ou rigidez articular matinal associados, deve-se pesquisar a espondilite anquilosante.         Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil

DEPOIMENTO

"Já conhecia a qualidade dos cursos através de colegas, e esse era um curso em que eu estava interessada. O fato de ser online também me ajudou, pois não tenho disponibilidade de tempo para cursos presenciais."
Thaísa Cotto Bertolini, Limeira - SP

CONHEÇA NOSSOS CURSOS