Crianças Hiperativas: Como identificar qual é o problema?


Crianças agitadas, pais sem saber o que fazer... Crianças hiperativas chamam muita atenção, desde muito pequenas, por terem um grau de atividade e agitação muito maior que o comum. São mais intensas emocionalmente, com reações mais fortes, perdem o controle mais facilmente, com mais intensidade, sendo bem mais difícil ajudá-las a se acalmar. Desafios e confrontos - como lidar? Crianças hiperativas costumam ser mais desafiadoras, terem maior dificuldade em seguir regras e aceitar limites. Isto porque suas próprias capacidades de auto-controle estão prejudicadas, talvez pelo TDAH ou até mesmo por outros tipos de problemas, como limitações cognitivas ou transtorno opositivo-desafiador. Justamente por isto é indispensável aos pais de crianças com este perfil estarem bem preparados para lidar com estas situações de confronto, de desobediência. Os pais precisam entender que, com estas crianças, não adianta apenas falar e ser obedecido. Com elas, não funciona esperar pela cooperação apenas com base em pedidos, mandos ou broncas. Estes pais precisam muito de práticas educativas eficazes, que consigam de fato levar seus filhos a um novo patamar de colaboração. Problemas de Aprendizagem A criança hiperativa pode ter prejuízos à sua aprendizagem. Há duas situações bastante comuns, às quais pais e educadores precisam prestar atenção. Primeiro, o que ocorre quando a criança hiperativa não tem nenhum problema de aprendizagem. Ou seja, ela não tem dificuldade em si com aprendizagem - pelo contrário, podem ser muito inteligentes, ativas e constantemente buscando informações. Contudo, devido à agitação, tem dificuldade em manter o foco da atenção direcionado a um estímulo por tempo suficiente para ser possível consolidar a aprendizagem. Assim, tem dificuldade para ouvir, até mesmo para olhar. Segundo, é possível sim que, para além da hiperatividade, exista algum transtorno ou necessidade específica de suporte para que a aprendizagem possa ocorrer. Há alguns transtornos de aprendizagem bem conhecidos, como dislexia (dificuldade com leitura e escrita) e discalculia (dificuldade com cálculos matemáticos). Estas dificuldades de aprendizagem podem tanto ocorrem em separado quanto em conjunto com TDAH. Contudo, quando ocorrem simultaneamente, o prejuízo da criança é ainda maior. Mesmo quando, com muito esforço, ela consegue prestar atenção, ela não alcança a plena compreensão - o entendimento do que está sendo ensinado, justamente devido à dificuldade de aprendizagem.
Fonte: http://www.dda-deficitdeatencao.com.br/hiperatividade/crianca-hiperativa.html

DEPOIMENTO

"Os cursos online são infinitamente mais produtivos, pois temos a chance de vermos várias vezes e temos uma formação teórica muito melhor. Este tipo de curso deve ser incentivado na fisioterapia, a qual quase não possui sites disponibilizando. Espero que o site Valéria Figueiredo continue oferecendo mais e mais cursos online."
Rodolfo Campos, São Luís-MA

CONHEÇA NOSSOS CURSOS